fbpx

A verdade é que aprender 10, 30 ou 100 perguntas poderosas para usar com seu Coachee não vai mudar seu desempenho. Pior ainda, uma das perguntas poderosas que uso aqui diz respeito a quanto você ganha. Se você responder que tem “investido no Coaching”, então preciso te alertar que você está em sérios apuros e precisa encontrar suas respostas pra ontem!

Esse artigo não será fácil de ler e sei que 90% vão fugir dele. 😥

Digo isso porque eu me blindei no início da minha carreira. Não escutei ninguém que falava o contrário. Me afastei de pessoas, me fechei apenas em quem acreditava em mim e fui adiante. O problema é que eu não vi o penhasco. Então se você quiser sair do artigo, apenas digo que a mudança somente ocorre quando a dor de ficar é maior que a dor de sair (do artigo).

Sou o Rodrigo Nasc, Coach IBC com mais de 500h de atendimento.

Além disso, fui monitor de formações e acumulei mais de 400h em treinamentos. Passei um ano e meio da minha vida totalmente dedicado e trago estas perguntas poderosas para você com toda humildade e desejo de que você as use para o bem. Falarei, profundamente, da minha real experiência, o quanto você deve esperar ganhar, como eu me sentia e o que fazia para poder ser o Coach que todo mundo respeita.

Mas ficar desempregado do Coaching foi o que me trouxe aqui…

Sabe aquele lance de “missão de vida”? Pois é, todo mundo tem uma diferente e eu estou encontrando a minha através do Upando Na Vida. Mais especificamente, da Quest 01, que é onde desafio pessoas a terem melhor comportamento e mindset através de técnicas de jogos e gamificação. Sou muito feliz com isto (e este blog). Minha jornada como Coach está encerrada, mas estas perguntas poderosas são um balizador para que você não cometa os mesmos erros que eu…

Ser Coach é sua missão de vida? Use estas perguntas poderosas urgente!

Vamos lá… me formei em 2017, em Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Coaching e lembro de perguntar ao meu treinador, o João Dornelles, o qual mantenho incrível respeito: “João, quantos coachees eu posso ter agora no primeiro mês para melhorar meu aprendizado? Posso ter 10?”. Ele respondeu “Se puder ter 20, tenha 20”.

E essas perguntas poderosas abrem nossa conversa…

1. Coaching é Profissão ou Hobbie? 👌

Essa foi uma sessão pró-bono colocada no Instagram (claro que eu não citei isso). Apenas as últimas 100 das minhas 500h foram remuneradas. Demorei para ter confiança no que tava fazendo e acredito que fiz certo.

Essa foi uma sessão pró-bono colocada no Instagram (claro que eu não citei isso). Apenas as últimas 100 das minhas 500h foram remuneradas. Demorei para ter confiança no que tava fazendo e acredito que fiz certo.

Naquele primeiro mês, quase implorei para todo mundo.

  • “Por favor, me deixa ser seu Coach”
  • “Oi, quer ser uma pessoa melhor? Eu te ajudo”
  • “Me ajuda a te ajudar me ajudando”
  • “Pû favô, moça, vai lá, pu favô, seja minha Coachee!”

O primeiro mês foi terrível. Tudo isso aí foram perguntas poderosas e pedidos poderosos que fiz para sessões pro-bono (gratuitas) mas as pessoas não aceitavam. Se você quer entender melhor como que era minha situação, era tipo o Rodrigo Marques nesse trecho do vídeo abaixo.

RODRIGO MARQUES - FUI NO MOTEL DE UBER - STAND UP COMEDY
Watch this video on YouTube.

E isso é importante de notar porque Coaching não é um hobbie, é uma profissão. Profissão está no nível do Fazer. Se você não “faz sessões de Coaching”, você não é Coach. Ou seja, pode fazer uma, duas ou cinco formações. Pode gastar 5, 15 ou R$50 mil reais e você será apenas um “formado em Coaching”. É como alguém que se formou em Física (Bacharelado). Enquanto ele não trabalhar com Física Quântica, será um Bacharel em Física, mas não será um cientista.

Aqui vem o primeiro grande problema que encontrei no Coaching…

2. Perguntas Poderosas Valem O Quanto Você Cobra?

Antes de trabalhar como Coach, já fui programador.

Hoje em dia, bastam 6 meses sem trabalhar e estudar programação que você fica defasado. Na medicina, alguns meses e você perde o “tato”. Na educação física e reabilitação, tudo é questão devoltar à velocidade máxima. No BodyBuilding, uma lesão que impede 2 semanas de treino já prejudica sua performance. Na neurociência, bastam 3 meses sem estudar os periódicos e você parece que mudou de área.

Mas Coaches pensam diferente com suas perguntas poderosas.

Já pensou no quão poderosa é a pergunta “você vale o quanto você cobra?”. Porque, se analisarmos bem, temos curso para ser garçom no SENAC que tem uma carga horária de 250 horas e, após formados, os alunos têm “direito” a uma jornada semanal de 44 horas e pouco mais de um salário mensal devido ao curso. Isso significa que ele terá pouco mais de R$7,00 no valor da hora trabalhada (sem precisar aprender perguntas poderosas).

Mas o curso de Coaching é voltado para resultados! 🤑

“Quanto custa, para você, não fazer esse processo agora? Passa o cartão ali na Minizinha em até 12x”. Não é questão de “ser caro”, mas sim de oferta e demanda. Se temos resultados comprovados que podemos trazer muito mais do que o cliente paga, então o cliente pagará sim R$1500 (valor mínimo informado pelas escolas) num processo que dura 10 horas. Mas tem algo errado aí…

Uma formação de 120 horas vai dar direito a R$150/hora?

Esse valor é 22x mais que o Garçom com a metade da carga horária. Eu demorei muito para entender qual era o problema e, quando descobri, percebi que 99,9% das pessoas cometiam esse erro. É algo tão simples que até vemos isso nas formações com perguntas poderosas. É a simples questão de ser especialista em mais do que apenas perguntas poderosas. Você vai entender isso de uma forma muito mais profunda no próximo tópico.

A regra das 10 mil horas é algo que aparecerá agora…

3. Perguntas Poderosas são Questionários da Capricho?

Caso não saiba, as revistas da Capricho eram famosas por ter aqueles “questionários para saber se o boy tá afim” muito antes dos Smartphones aparecerem.

Caso não saiba, as revistas da Capricho eram famosas por ter aqueles “questionários para saber se o boy tá afim” muito antes dos Smartphones aparecerem.

Quantas perguntas poderosas você decorou?

Quantas perguntas poderosas você já usou, criou e colocou numa bonita lista? Existe um enorme problema com perguntas poderosas e nossas “ferramentas de Coaching”. Na verdade, já parou pra pensar que, se você der uma xerox para o Coachee e faltar a própria sessão, ele chegará nos mesmos resultados?

Tudo bem, entendo que nem todo mundo é assim.

Mas a grande maioria acredita que as ferramentas de Coaching (que eu chamo de Questionário da Capricho) são úteis. Não, as ferramentas são inúteis para uso em sessões individuais. Sei que isso é duro de dizer, mas saiba que essas ferramentas são um histórico passado e não uma receita secreta do futuro.

Cada sessão é sua própria ferramenta.

Algumas formações (após uns R$20.000 investidos) explicam isso. Tudo é ferramenta, mas se você ainda usar a metodologia que você aprendeu (sem ferramenta), você não será um Coach. O motivo é simples e tem relação com os questionários. Com meus mais de 10 anos como praticante de PNL, entendi facilmente que perguntas poderosas com os sinônimos errados quebram o Rapport.

E, o pior de tudo, é quando você finge ser quem não é sem saber…

4. Sua Missão de Vida é Ajudar Pessoas?

Eu não adquiri o hábito de ler ainda. Mesmo assim, comprei mil livros e terminei uns 3. Percebe como é complexo tentar se encaixar em rótulos? Me disseram que Coach tem que ler muito e que perguntas poderosas são, ora, poderosas.

Eu não adquiri o hábito de ler ainda. Mesmo assim, comprei mil livros e terminei uns 3. Percebe como é complexo tentar se encaixar em rótulos? Me disseram que Coach tem que ler muito e que perguntas poderosas são, ora, poderosas.

Essa pergunta poderosa vai direto para Coaches IBC (afinal, foi lá que me formei). Se quer saber se gostei, adianto que foi uma experiência incrível e que ainda pretendo fazer as formações superiores (Erick e Master), mas a mentalidade desse artigo é te ajudar a não ser um toca fitas que faz perguntas poderosas controulcêcontrouvê. Deixa começar com algo um pouco doloroso.

Você não precisa de uma missão de vida para viver. Nem seu Coachee.

É interessante como essa percepção muda tudo nas perguntas poderosas. Eu sempre fiquei triste porque nunca consegui subir para o nível 5 (missão de vida) da Pirâmide dos Níveis Neurológicos com meus clientes. Nunca subi e, desde minha primeira sessão, nunca usei uma ferramenta porque vim da área da Engenharia de Software e aquilo parecia um questionário de perguntas poderosas que eu poderia enviar por email. Então fui me basear nas técnicas de olho no olho da psicologia. Mas, um dia,

conversando com uma Coach que antes eu respeitava muito…

Ela disse que era importante, crucial e necessário que eu subisse para o sétimo nível com minhas perguntas poderosas (e eu não conseguia subir ao quinto!). Quando tive essa conversa com ela, eu já devia ter cerca de 200h de atendimento com clientes e vários resultados que me orgulhavam. A missão de vida dessa Coach (que chamarei de Dark Coach), segundo ela, era “magnífica porque é bom viver para ajudar os outros a encontrarem o que amam”.

Até que um dia parei para notar algo bizarro nas perguntas poderosas.

No Trabalho de Conclusão de Curso do IBC (que mudou de nome e não lembro qual é), você é requisitado a escrever sua missão de vida de acordo com a missão de vida do JRM. Não, não é para tomar como inspiração, é para fazer de acordo. Foi então que notei o problema de que os Coaches são criados para serem cópias inúteis uns dos outros que apenas falam, falam, falam e nunca ouvem quem está fora (apesar dessa ser a base).

E por quê você não precisa de missão de vida?

Cada pessoa está em um nível diferente e em etapas diferentes, não importa quais perguntas poderosas você use. Todas as mães sempre estão em nível de afiliação (6) por culpa de seus filhos e, muitas vezes, se preocupam com o legado que deixarão. Mas como você vai falar de missão de vida com um jovem de 22 anos que quer passar num concurso pra ganhar muita grana e comer todo mundo? 😜

Watch this video on YouTube.

O que vou te falar agora é assustador…

Dark meteu o dedo na cara de uma Coach, cheia de ódio, e a fez chorar.

5. Você Reconhece Sua Própria Sombra?

Ignore sua sombra e ela te atacará, mesmo você pensando que é apenas mais uma forma da luz se manifestar.

Ignore sua sombra e ela te atacará, mesmo você pensando que é apenas mais uma forma da luz se manifestar.

Voltando ao meu treinador, o João Dornelles, lembro de uma analogia.

“Conforme subimos na pirâmide”, disse ele, “as perguntas poderosas vão mudando e se tornando mais luz e menos sombra”, ele continuou. Há um problema que ele continuou explicando sobre essa questão. Quando você chega na luz, você deixa de ver a sombra e, muitas vezes, confunde um com o outro e se torna um ser das trevas profunda. Ahhh, ele até usou esse vídeo bem massa para demonstrar a questão.

★ Mestre Yoda vs Dark Yoda ★ Dublado [PT-BR] HD 1080p60f
Watch this video on YouTube.

Então vem esse problema de se considerar “ser de luz”.

Primeiro iniciam os mandamentos: “não criticar, não julgar, não terceirizar, não reclamar”. Depois começa a remoção da própria essência e o esconderijo da própria sombra. A Dark Coach, 6 meses depois do encontro, estava em um evento comigo e cheia de perguntas poderosas novas. Ela veio ao grupo dizer que estava feliz pois, após 2 anos de formação, provavelmente teria seu primeiro cliente “pago”.

Meu cérebro deu tilt naquele momento…

Não por culpa do conselho dela anterior nem pelo fato dela não ter experiência para dar conselho (porque eu tinha 200h, na época, na frente das 0h dela). Mas porque, no mesmo dia, tivemos uma conversa sobre algo e ela disse “Rodrigo Nasc, não sei o que você quer ser da vida, mas eu sou Coach!”. Naquele momento eu já me aproximava das minhas 500h de atendimento. Na verdade, dois dias depois eu decidiria desistir totalmente do Coaching por culpa do que aconteceria…

Ódio, Sangue, Vermelho, Trevas, Subjugamento, Destruição.

Foram esses sentimentos que vi nos olhos de Dark Coach no meio de um treinamento apontando o dedo na cara de outra Coach que estava anotando algumas informações. Tentei intervir e até me coloquei entre as duas, mas apenas vi Dark Coach com varias perguntas poderosas destrutivas. Quase que vi a palavra “morra!” se formar nos pensamentos dela. Foi doloroso e eu não entendia. Como que alguém que eu tanto respeitava poderia ser tão… idiota?

Eu estava errado, Dark não era idiota, apenas vítima.

6. Coach Cura Esquizofrenia e Depressão?

“Curar” depressão sem saber é o mesmo que operar um fígado sem ser médico.

“Curar” depressão sem saber é o mesmo que operar um fígado sem ser médico.

Três meses antes do encontro com Dark, fiz uma formação em Hipnose.

Nesse caso não vou nem ocultar o nome porque o grupo (de Recife) é gerido por um pilantra que sabe que é pilantra e engana pessoas com consciência (diferente de Dark, que não sabia o que estava fazendo). Fiz uma formação de hipnose pelo Grupo de Hipnose Recife para ganhar novas perguntas poderosas. E, durante formação, lembro de que algumas questões me incomodaram, como a ética de profissão.

Como Coach, tive 30 minutos de instrução sobre psicopatologias.

Isso significa que, se fosse uma leitura de um livro sobre psicopatologias, as perguntas poderosas ditas durariam apenas 15 páginas. Então, como Coaches, somos instruídos a dizer que sabemos o momento de não avançar mais (quando batemos numa depressão, por exemplo). Mas a verdade é que estudei depressão por fora e prefiro dizer que nem sei direito o que é ainda, imagina apenas com 15 páginas de conteúdo!

Então apareceu o Coach que cura esquizofrenia!

Naquela formação de hipnose, havia um Coach de outra instituição que era especializado em curar problemas da mente. Sentia-se feliz e bonificado pelo fato de ter curado 3 esquizofrênicos usando apenas perguntas poderosas. Eu, junto com minha amiga Vera (psicóloga de alto gabarito), ficamos chocados, mas calados. Como que aquele cara tinha essa arrogância?

Ele também era outra vítima (que precisava ser cassada, mas era).

A Dark Coach, apesar de ser vítima, não prejudicava ninguém além das lágrimas da pessoa que ela atacou por estar machucada. Aquilo foi doloroso de ver. Eu idolatrava aquela mulher e fiquei perdido. Como que meus ídolos eram tão frágeis? Da noite pro dia (virei a noite escrevendo sobre isso), decidi que desistiria da profissão e mandaria tomar no limão todas as perguntas poderosas.

Levei mais um ano para voltar com o que fazia antes do Coaching…

Antes do Coaching, eu escrevia sobre procrastinação. Sem querer, atingi uma audiência de mais de 3 mil pessoas que me acompanhavam mensalmente. Apaguei e joguei tudo fora porque, para o Coaching era algo “infantil” usar essas perguntas poderosas que possuem língua de jogos. E, dois anos depois, depois de ficar desempregado, voltei a escrever por amor e desenvolver pela dor. Voltei a usar o “infantil” mas com um poder que nunca vi antes em vi.

Hoje tenho a Quest 01 do Upando Na Vida. Será que é coaching?

Se olhar bem, tem muito do que aprendi como Coach dentro da Quest 01 e, por isso, digo que foi necessário, mas essa é minha essência. O Upando Na Vida sou eu e tem o objetivo de usar técnicas de jogos e Gamificação para o mesmo objetivo que eu tinha antes do Coaching: ajudar a combater a procrastinação e parar com pensamentos negativos. Se gostou disso que leu, aceite o Briefing da Quest 01.

Sobre “ser eu”, tem perguntas poderosas difíceis de responder….

7. Faz Sentido Para Você Que Você Toda Pessoa é Única?

Até a Sandy, a cachorra da minha namorada, é uma pessoa única (e nem uma pessoa ela é!). Então precisamos respeitar a Sandy por mais chata e rabugenta que ela seja.

Até a Sandy, a cachorra da minha namorada, é uma pessoa única (e nem uma pessoa ela é!). Então precisamos respeitar a Sandy por mais chata e rabugenta que ela seja.

Quando você junta 10 Coaches num bar, eles coaxam.

Todo mundo fala o mesmo, no mesmo tom, na mesma velocidade e com o mesmo objetivo. Todo mundo tá liso, injeta dinheiro na carreira e finge que tem alguns clientes que recebem perguntas poderosas. Todo mundo. Aliás, se você tá lendo até aqui, repito o que disse para minha namorada (que passou pelo mesmo que eu): você e todos ao seu redor são iguais. Ninguém tem sucesso. Tá todo mundo liso e mentindo.

E todos mentem porque são vítimas das perguntas poderosas…

São vítimas de acreditar que é necessário ser rico, formal, bem vestido, ter site, email, automação, Youtube, grupo no Face, sorrir sempre, grupo no Whatsapp custando R$100 e postar todo encontro que faz dizendo que é “mais um” Coachee, apesar de ser o único. Eu digo isso porque eu fiz isso. Eu queria mostrar que era mais que todo mundo. Queria não ser somente perguntas poderosas.

Me disseram que eu precisava ter imagem, que precisa usar terno…

Você não precisa de nada disso. No momento que isso acontecer, você deixará de ser você e estará tentando encaixar a marcha no lugar errado. Já encaixou a marcha no lugar errado? Pois é, ou o motor super acelera ou super desacelera. Nada de perguntas poderosas aqui. Autenticidade é a chave para você poder ser Coach, ser padeiro, ser Garçom pelo SENAC com 250h de curso ou fazer a Quest 01 com 90 dias de Desenvolvimento Pessoal Gratuito.

Self-Awareness: Know Yourself: Gary Vaynerchuk
Watch this video on YouTube.

Entendeu o lance do vídeo? Ele continua no próximo tópico…

8. Quanto Você Tá Ganhando e Investindo?

PUUUULA, FILA DA PULA! #Coaching

PUUUULA, FILA DA PULA! #Coaching

Essa é uma das mais rápidas perguntas poderosas.

O objetivo dela é te pergunta se esse negócio é sustentável mesmo. Uma vez recebi uma foto de um amigo em outra nova formação (que já tinha gasto R$20.000+). Ele disse que estava indo em direção ao seu objetivo, mas eu respondi “diga-me com quem andas e direi quem tu eres”. Ora, nas formações de Coaches apenas existem pessoas que fazem formações (e não perguntas poderosas para clientes em processos que geram renda).

Você tá ganha, todo mês durante 6 meses, mais de R$2000 como Coach?

Se sim, você atingiu o início da carreira. Para cada pessoa funciona de uma forma diferente, mas essa é a base que justifica o início. É preciso lembrar, porém, que você será um profissional meio bosta se tiver um cliente por mês pagando R$2000. Serão 10 horas de trabalho mensal, é isso? Foi com essa percepção que comecei a abrir sessões gratuitas diariamente e passei a atender 4 a 6 horas todos os dias.

Aquilo me fez forte, me fez um Coach mais poderoso.

Entenda que “trabalhar de graça” pode ser o que você precisa para aprender a trabalhar. De forma análoga, este artigo está sendo feito com técnicas de marketing digital que fui aprendendo ao trabalhar com empresas e profissionais que precisavam aumentar o tráfego de seus sites. Com o tempo, comecei a aprender coisas novas e, hoje, quem manda na estratégia sou eu porque aprendi a ser superior. Isso não seria possível se eu tivesse começado cobrando “o valor justo”.

E não existe “valor justo” e o mundo não te deve nada.

Pare de se justificar (principalmente na física quântica) e aprenda que você é responsável por tudo. A sua renda não virá da física quântica e você precisa lutar por essas perguntas poderosas. Cada uma delas é um instrumento de modificação interna profunda que trará você à luz da consciência.

9. Você Justifica Tudo na Física Quântica e Sincronicidade?

Lá no espaço, usamos um punhado de leis da física quântica para nos comunicar com o planeta.

Lá no espaço, usamos um punhado de leis da física quântica para nos comunicar com o planeta.

Física Quântica é uma ciência e ela precisa seguir a metodologia científica.

Esse tópico ainda me estressa um pouco porque as pessoas têm muitas perguntas poderosas nela, então vou expandir ele (muito) em outro artigo aqui sobre o Hélio Couto e sua Ressonância Harmônica. Basicamente, e em resumo, o que você acha que é “Física Quântica” é um ramo extremista que a ciência considera religião. Sim, nós não entendemos a física quântica, mas temos dados para não entender.

A ciência é um clube fechado que exige regras.

A física quântica, a sincronicidade, o amor coletivo, o pensamento positivo e até aquele experimento com água são farsas. E, cassilda, eu acho incrível tudo isso, gosto muito porque é mesmo uma forma legal de se viver a vida. A única problemática é que não é ciência. Se você espalha isso, ou você é um pilantra ou um ignorante (sem ofensas). Pensando bem, com ofensas mesmo! 😜

Perguntas poderosas tem bases científicas?!

10. Você Sabe as Bases Científicas Do Coaching?

Não tem.

Tipo, mesmo.

Fim.

Foi mal, é que não sei o que dizer aqui. Todas as escolas falam que o método é comprovado. E realmente é, mas vou retornar à terceira das perguntas poderosas (Questionário da Capricho) e responder que o Coaching tem sim resultados. E são esses estudos em performance de empresas que mostram que o Coaching tem resultados. Porém, você não tem. Você não pode cobrar R$150/hora porque você ainda não demonstrou que vale isso.

“Nasc, você tá menosprezando as perguntas poderosas?”

Não, mas estou dizendo para você tomar cuidado com sua própria mente. Você vai fazer tanta cagada com suas primeiras 100 horas que não valerão nem R$10/hora cada sessão de perguntas poderosas e roda da vida que você fizer. Então, expandindo sobre bases científica, te falo sobre órgãos internacionais credenciados. Eles também não existem, pelo menos a maioria. Vá em qualquer escola e pesquisa sobre o vínculo entre as duas.

Diante de tudo que falei, só existe um caminho a seguir…

11. Qual Caminho Para Ter Sucesso?

Cada um encontra o seu, mas cada um tem um caminho diferente. Sei que tô de boa com o sucesso aqui ao lado da minha gata. Tudo o que você precisa é ser feliz.

Cada um encontra o seu, mas cada um tem um caminho diferente. Sei que tô de boa com o sucesso aqui ao lado da minha gata. Tudo o que você precisa é ser feliz.

De todas essas perguntas poderosas, ao menos uma precisa ter uma resposta agradável, correto? Exatamente. O seu. Essa resposta será tão vaga quanto deve ser. Não estou aqui pra te agradar e minha missão de vida não tem a mínima intenção em te ajudar. Na verdade, o que “eu acho” que é minha missão quer mais é que você se lasque (num bom sentido).

Se eu te der resposta, você terá um caminho.

Se eu te der pergunta, você terá dois caminhos. Hoje, assim como esse artigo, uso a Quest 01 do Upando Na Vida para desafiar a galera a se lascar usando técnicas de jogos e Gamificação de modo a aumentar a motivação e atingir os objetivos com maior facilidade. Sabe qual a diferença disso pra meu eu antigo? Eu não tô nem aí pra porcaria nenhuma, só sei que adoro o que tô fazendo e vou fazer todo dia até encher o saco!

  • Faz sentido pra você que esse artigo foi do balacubacu?
  • Mande no Zap e obrigue alguém a ler. 😎

 


Rodrigo Nask

Sou Pó de Estrela que Bebe Pó de Café com Água.

6 comentários

Paulo Roberto · 11 de abril de 2019 às 10:01

Vc foi foiooddaaaa ao quadrado. Showwwwwww. Sempre disse aos coachs . Não me considero coach – Sou CONFERENCISTA COMPORTAMENTAL e tudo o que falo em minhas palestras tem base na Paicologia, Administração, temho curso de Gestão de Pessoas, 2 anos. Não foi feito num final dr semana, me apoio tb na filosofia e na neurociência. Todas ciências, aplicadas e muito edtudadas e é preciso anos na formação. O cara faz um curso de coaching n final de semana e tem a solução p a vida. Cd a solução p sua própria vida? Vc fou fooooddaaaaaaaa.

    Rodrigo Nasc · 11 de abril de 2019 às 11:15

    Exatamente, Paulo!
    É preciso ter humildade de entender os próprios limites. E, somente na humildade, podemos ultrapassar esses limites. Ohh, se precisar enviar esse artigo para alguém (seja quem for), pode enviar sem medo. Se precisar de algum outro argumento ou informação, só deixar aqui.

    Tem um artigo sobre a “religião quântica” rolando em breve, assim como sobre “pensamento positivo”.

    E muito obrigado pelas palavras, fico feliz que tenha atingido meu objetivo. 🤪

Rodrigo Nasc · 10 de abril de 2019 às 19:37

Tô é feliz de poder escrever esse artigo…

Vou dizer porque demorei 1 ano e 3 meses para escrever.

EU TAVA MUITO É PUTO! 🤣🤣🤣🤣🤣

Fiquei bastante tempo chateado com Coaches e sei que colocaria muito ódio no artigo se o fizesse naquele momento. Dessa vez consegui ter boa intenção e, legitimamente, tentar ajudar.

E aí, tem tu uma mais poderosa pergunta? 👀

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.